O que é TVP?

O que é Trombose Venosa Profunda (TVP)?

A trombose venosa profunda (TVP) é uma doença que se caracteriza pela formação de trombos em veias profundas causada pela coagulação do sangue.

Qual é o processo de formação da TVP no organismo?

As veias são os vasos que transportam o sangue para o coração. As veias profundas da perna são veias de calibre alargado que atravessam os músculos das pernas e estão localizadas em profundidade. Uma TVP impede a passagem de sangue total ou parcialmente na veia.

Quais as veias mais acometidas?

As veias mais comumente acometidas são as dos membros inferiores (cerca de 90% dos casos).

Por que a TVP é uma doença importante?

As consequências da TVP em curto prazo podem levar à morte, prolongar ou complicar uma internação ou cirurgia e mesmo tornar o indivíduo inabilitado para a realização de determinadas atividades sociais e de trabalho, quando deixa o que chamamos de sequelas. Quando diagnosticada rapidamente todos estes problemas podem ser minimizados, com o auxilio de profissionais de saúde habilitados pra tal diagnóstico.


Fatores de risco para o desenvolvimento de trombose venosa profunda?

Existem alguns fatores que predispõe mais alguns indivíduos do que outros são eles:

 

  • Tabagismo;
  • Presença de varizes;
  • Obesidade;
  • Infecções graves;
  • Idade avançada;
  • História prévia de trombose venosa;
  • Uso de anticoncepcionais ou tratamento hormonal;
  • Pacientes com insuficiência cardíaca;
  • Tumores malignos;
  • Pacientes submetidos a cirurgias de médios e grandes portes;
  • Traumatismo;
  • A fase final da gestação e o puerpério (pós-parto);
  • Pacientes com anormalidades genéticas do sistema de coagulação;
  • E qualquer outra situação que obrigue a uma imobilização prolongada (paralisias, infarto agudo do miocárdio, viagens aéreas longas, etc.).

Esta doença pode ser evitada?

Com certeza, mas somente o seu médico de confiança pode indicar o melhor a ser feito em seu caso. No entanto existem vários métodos utilizados hoje me dia, sendo o uso de medicamentos específicos um deles, o uso de componentes físicos ou mecânicos como meia elástica, mas tudo isso depende do risco tromboembólico individual de cada um.

Sinais e Sintomas

• O mais frequente dos sintomas é a dor na panturrilha;
• Pode ser associada a uma vermelhidão local;
• Inchaço;
• Sensação de peso nas pernas;
• E a dor no membro inferior deve ser investigada.

A TVP pode trazer complicações recentes ou tardias

• A TVP pode ser de extrema gravidade na fase recente, causando embolias pulmonares muitas vezes fatais originarias do entupimento das artérias pulmonares e gerando graves problemas cardíacos e pulmonares.
• Após 2 a 4 anos, os principais problemas tardios são as inflamações das paredes das veias, que leva a um funcionamento deficiente dos vasos sanguíneos.
• Outra grande complicação que a TVP traz são os problemas socio-econômicos decorrentes do tratamento caro, prolongado e de pouco acesso a grande população.

Como é feito o diagnóstico na suspeita de trombose venosa profunda?

O diagnóstico clínico é difícil, o que faz com que os médicos se utilizem de exames para tal conclusão. O exame mais utilizado para o diagnóstico da TVP é o Eco Doppler Colorido e exames laboratoriais.

 

A TVP tem tratamento?

Tem sim. O tratamento é feito através de medicamentos anticoagulantes (impedem a formação do trombo e a evolução da trombose) ou fibrinolíticos (destroem o trombo). Hoje em dia em algumas situações o tratamento pode ser realizado em ambiente hospitalar ou na própria residência do paciente. É de grande relevância que os pacientes com TVP saibam da importância do acompanhamento do médico – Clinico Geral, Hematologista e/ou Cirurgião Vascular, fisioterapêutico e da equipe de enfermagem quando necessário, para uma recuperação precoce. A equipe multidisciplinar é essencial neste caso.


Queridos Leitores os cuidados que vocês devem ter, são para sempre.

 

Referências Bibliográficas:

1- Maffei F H A et al. Trombose venosa profunda dos membros inferiores: incidência, patologia, fisiopatologia e diagnóstico. Em Maffei F H A (ed). Doenças Vasculares Periféricas. 2ª ed, São Paulo, Medsi; 1995.

2- Montes J et al. Tratamiento domiciliario de la trombosis venosa profunda. Comparación de costes con la hospitalización convencional. An Med Interna (Madrid)2005; 22: 369-372.

3- Baruzzi A et al. Arq Bras Cardiol 1996.v. 67, (nº 3).

4- Pitta G, Gomes R R. A frequência da utilização de profilaxia para trombose venosa profunda em pacientes clínicos hospitalizados. J Vasc Bras 2010, Vol. 9, Nº 4

Endereço:
Rua Dona Antonia de Queiroz, 549 - cj 610 Consolação - SP/ SP. - CEP 01307-010

Telefone: 55 11 3227-9692
das 9hs às 18hs

Email: contato@institutodatrombose.com.br

Desenvolvido por Das Redes Redes Sociais | Marketing | Design